• Carlos Antônio Araújo

IMPORTÂNCIA DE RELATAR O QUASE ACIDENTE 🧐

Atualizado: 21 de Dez de 2019


No Brasil já ouvimos pelo menos dois nomes para definição de uma ocorrência imprevista e que não resultou em ferimentos, danos ou doença, mas que tinha potencial para acontecê-lo. Esse fato acima conforme definição da OSHA (Occupational Safety and Health Administration) e para a Infinitu é a definição exata do significado de Quase Acidente. O segundo nome não mencionaremos neste momento🤐, não que ele esteja errado, mas para não causar confusão.😣

Em consequência dessa definição o desvio que é uma condição ou ato abaixo de um padrão existente não deve ser confundido com o quase acidente, que ocorre com uma certa frequência.

Voltando ao nosso tema, é comum acontecer do quase acidente não ser relatado, e esse é um grande problema para a Segurança do Trabalho, pois ela tem como um de seus principais pilares o conceito prevencionista. Quando não relatamos um fato como esse, esse pilar desaba e não podemos exercer a Segurança do Trabalho em sua plenitude. O QUASE ACIDENTE deve ser sempre relatado.📢👍

Por que devemos relatá-los❓🤔

Existem vários motivos para o relato, o 1º como dissemos acima é o “Prevencionismo”. Analisando esses relatos podemos sanar as condições imediatas que causaram o fato e o mais importante, eliminar a causa base ou raiz ou geradora do fato, implantando medidas preventivas, evitando que os quase acidentes se repitam e acidentes aconteçam.

Outros motivos para o relato do fato é motivar os trabalhadores a tomarem um posicionamento pró ativo em relação a Segurança do Trabalho e consequentemente aumentar a conscientização de cada um deles. Isso culmina com outro grande pilar da Segurança, a “Cultura de Segurança”.

A empresa deve criar formas de relatos, prevendo sempre as medidas preventivas e eliminação da causa geradora. A comunicação para o restante da equipe, ou seja, para todos os trabalhadores da empresa, é muito importante.😉


325 visualizações