• Carlos Antônio Araújo

EPI ou EPC❓ Você sabe quando utilizar cada um❓

Atualizado: 21 de Dez de 2019


O equipamento de proteção individual ( EPI ) e o equipamento de proteção coletivo (EPC ) são equipamentos utilizados para a assegurar a integridade física ( segurança ) do trabalhador.

Alguns acham que são complementares, mas, as normas regulamentadoras e o próprio principio da Segurança do Trabalho estipula uma hierarquia de utilização entre eles.

Em segurança do trabalho devemos em:

  • 1º lugar: eliminar a fonte de risco,

  • 2º lugar: utilizar um EPC,

  • 3º lugar: utilizar o EPI, quando não foi possível a utilização dos 2 itens anteriores ou se, utilizados não conseguiram eliminar a fonte de risco,💥

  • 4º lugar: a utilização do EPI numa condição provisória onde o item 1º e/ou 2º está em fase de implantação.

Na condição do 3º item o EPI é complementar ao EPC.

Existem condições de trabalhos provisórios onde a utilização de equipamentos de sinalização são considerados EPC, nessa condição provisória, prevista no 4º lugar da hierarquia, torna-se evidente que os epis são considerados complementares.

Ainda existem condições onde o EPI não pode ser eliminado atualmente, por exemplo, trabalho em câmaras frias, onde o trabalhador é obrigado a trabalhar com luvas, capuzes, blusas, macacões, etc., pois a condição normal da câmara fria não pode ser eliminada ou atenuada na fonte, podendo com o desenvolvimento da tecnologia a curto e médio prazo a eliminação da entrada e permanência do trabalhador no local.

Mas o EPI é um equipamento de segurança utilizado em larga escala, nosso país tem dificuldade em adotar equipamentos de proteção coletiva, devido ao custo, desenvolvimento de projeto, e podemos até dizer falta de visão da legislação previdenciária e trabalhista de longo prazo.

Quando o empregador que tem como responsabilidade fornecer tanto o EPI como EPC sem custo não elimina o risco na fonte por troca de tecnologia ou utilização de EPC, muitas vezes ele fica a mercê das contribuições previdenciárias de aposentadoria especial, por exemplo, um percentual de sua folha de pagamento, custo esse geralmente de alta montante, que não é eliminado pelo uso de EPI.

A utilização de EPI pode evitar custos de processos trabalhistas no caso da insalubridade, mas deve seguir critérios rígidos, registráveis e rastreáveis, com pena de em juízo não ser considerada adequada essa utilização.

Resumindo:

EPC 🚧🧯🌡

Os Equipamentos de Proteção Coletiva (EPC) protege o ambiente de trabalho, são medidas de segurança que são adotadas para diminuir ou eliminar os riscos ambientais, e são muito eficientes para eliminar os riscos antes mesmo de estabelecer o uso do EPI.

Abaixo alguns exemplos.

Sistema de Ventilação e Exaustão;

Proteção contra ruídos e vibrações;

Sistema de Iluminação de Emergência.

EPI ⛑👷🏽‍♂️👷🏽‍♀️🥾🧤

O Equipamento de Proteção Individual (EPI) protege a integridade física do trabalhador e minimiza danos à saúde. O equipamento deve ser adequado para o tipo de risco, estar em excelentes condições de conservação e desempenho para não expor o usuário aos perigos do ambiente por uma falha do equipamento. A analise do risco e sua quantificação, assim como a análise do funcionamento do EPI para escolha do mais adequado e eficiente é de fundamental importância em sua escolha.

Abaixo alguns exemplos

Proteção dos olhos e face: óculos de proteção, máscaras;

Proteção auditiva: protetor auricular, abafadores de ruídos;

Proteção respiratória: respirador;

Proteção do tronco: coletes;

Proteção dos membros superiores: luvas de segurança, braçadeiras;

Proteção dos membros inferiores: calçados de segurança, calças.


0 visualização